Pages

24 de fev de 2010


Quero nadar a noite
em um lago negro
com a fixação da lua
com flutuantes neblinas escuras
Quero me envolver
em avassaladoras tempestades
sentir a fúria da vida
operando meus sentidos
Quero ouvir estrondosos gritos
sentir calafrios na mente
flutuando em palavras
sem rumo sem fim
Quero rever noites passadas
descobrir pavores alucinantes
afogando o abstrato
nessas noites caçadas
com um simples ato.

Nenhum comentário:

Postar um comentário