Pages

14 de mar de 2010

...

Às vezes nossos planos falham numa intensidade de arrancar suspiros angustiantes, perguntamos o porquê. Pensamos em várias alternativas, imaginamos algumas respostas impossíveis, mas o que podemos fazer nessas horas é apenas nos queixarmos. O tempo? Diz ele, o senhor da razão, mas porque ele sempre teima em surgir como resposta em horas não favoráveis? Vou fingir que não sei que é para crescermos e amadurecermos. Mas diante tudo isso, porque é tudo tão difícil? Pessoas tem mania de complicar tudo, quem dera eu viver em um mundo sem complicações, sem ter a palavra ‘ESCOLHA’ ao meio de tudo, não acha? Não seria eu que teria o tal privilégio. Perante o óbvio e me comparando com todos em relação a problemas, qual seria o efeito que ele causaria? Um tipo de refúgio, como ter uma casinha da árvore, figuramente falando? Ou uma janela sem grade? Fugir dos problemas, creio que não seja a resposta certa. Acho que o que posso fazer é gritar em meio a lágrimas e me afogar com elas, podendo ver o lado mais obscuro da vida, já que ela me subestima de uma forma dolorosa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário